Aconteceu, eu saltei de um avião!

10:05

"Mãe, Pai, eu gosto muito de vocês" foram as minhas últimas palavras.

Ok, era um sonho que tinha há muito para realizar e acreditem ou não, quem me proporcionou a realização deste sonho não sabia disso, o que ainda torna mais especial (qualquer dia conhece-me tão bem que ainda enlouquece XD)
Os invejosos vão dizer que é montagem :)

E depois de ficar incrédula com o presente durante umas valentes horas, lá tratei de marcar local e hora mas ainda não me parecia muito real, nem assustador.

A coisa começou a ficar mais animada depois de me vestir de Pokémon e colocar uma data de fitas à minha volta (mas não me favorecia lá muito). Digamos que parecia um panda, mas azul e amarelo.

O coração só acelerou a sério quando entrei no avião! Aí, qualquer aterragem difícil já parecia brincadeira de meninos. Num avião, onde íamos sentados no chão, onde não havia espaço nem para mais uma sardinha habituada a estar enlatada. E para dar um kick na adrenalina (que ainda estava em baixos níveis) a porta do avião era uma espécie de cortina em tecido, e eu estava encostadinha a ela :)

Tudo muito lindo, paisagens brutais, alguns poços de ar, turbulência, o espanhol ao meu lado a pedir ao instrutor para não se esquecer de o prender antes de saltarem do avião (acho que estava um nadinha nervoso) estava a ser uma manhã de sábado super normal e tranquila. Ora o Sr. que pilotava o avião lá comunicou através de uma campainha que estava na hora de bazar porque ele tinha mais que fazer.

Pés para fora do avião, o que incluiu todo o restante corpo, sendo que fiquei suspensa na parte de fora e apenas ligada ao instrutor, que não me parecia nada tentado a voltar para dentro da aeronave. Tinha que ser, eram 5000m, e eu tinha que me despachar para ir almoçar a casa.
Não se nota NADA que eu estou com medo, pareço o Cristiano Ronaldo antes de marcar um livre XD

Meio segundo de pânico quando nos lançamos no vazio e o resto do tempo foi a curtir muito, mas muito mesmo, assim mesmo mesmo mesmo muito!




Toda a experiência em si foi brutal, mas a queda livre minha gente, é muito muito muito boa.
(Nota mental 1: Façam um lifting facial antes para não parecerem um bulldog nas fotos, que foi o que me aconteceu; Nota mental 2: Se forem como eu, avisem o instrutor para levar tampões para os ouvidos)


O Instrutor, que me disse o nome mas que por excesso de adrenalina na altura já não me consigo lembrar (peço imensa desculpa) foi muito fixe, deixou-me conduzir o paraquedas, apreciei as vistas durante aqueles 5 minutos de calma após uma tempestade e terminamos a experiência com uma aterragem brutal. 



Gostei das mensagens de carinho e preocupação. Principalmente do meu querido irmão "O paraquedas abriu? Eu: Aparentemente sim Ele: Que pena!" A todos vocês muito obrigada e para ele um beijinho em especial.


E por fim, um grande OBRIGADÃO ao André, o melhor namorado do mundo, por me proporcionar momentos como este, não só pela experiência mas por ser o realizar de um sonho e por fazer parte da minha loucura na mesma medida em que me deixa fazer parte da dele. LY








Outras Publicações

0 comentários

Contactos

Abertura para todo o tipo de parcerias, se estiverem interessados entrem em contacto. Responderemos assim que possível


Clica aqui:

geral@oursecretb.com

Follow on Facebook

Twitter